Oswaldo Petersburgo representa Moçambique na Reunião de Ministros do Trabalho da SADC

O vice-ministro do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Oswaldo Petersburgo, deixa Maputo esta Quarta-Feira, com destino a Ezulwini, no Reino da Suazilândia, para participar, de 6 a 7 de Abril do ano em curso, na Reunião anual dos Ministros  do Trabalho, Emprego, de Assuntos Sociais e dos Parceiros Sociais (Empregadores e Sindicatos) da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).À frente de uma delegação tripartida (Governo, Empregadores e Sindicatos), Oswaldo Petrsburgo começará a reunião ministerial a 6 de Abril, com a duração de dois dias, enquanto os peritos e técnicos dos países participantes, membros da SADC, já se encontram naquele país vizinho, onde começaram hoje a trabalhar nos temas a serem discutidos e aprovados pelos governantes e parceiros sociais.A reunião deste ano incidirá nos temas que se relacionam com o mercado de emprego na região, daí que o principal ponto será “o Mercado de Trabalho da SADC”, assim como o relatório balanço do sector de emprego e do trabalho da organização sobre a execução da Estratégia de Industrialização da SADC e o Programa do Trabalho Digno.Os ministros responsáveis pelos sectores de emprego, trabalho e assuntos sociais da SADC debaterão ainda, em Ezulwini, sobre as melhores práticas e lacunas resultantes da implementação das Convenções da Organização Internacional do Trabalho (OIT) nos respectivos países, para além de, este ano, os países membros da SADC servirem do encontro para a preparação conjunta da sua participação na Conferência Internacional do Trabalho, a ter lugar nos finais deste semestre na sede da Organização Internacional do Trabalho, na cidade suíça de Genebra.Outros temas de grande relevância também estão agendados durante a reunião anual, tal é o caso da “Iniciativa Trabalho Futuro”, a ser apresentado por um especialista sobre o mercado de trabalho e assuntos sociais da Universidade de Cabo, da África do SulTemas acordadas na reunião anterior serão avaliados pelos ministros e parceiros sociais da região austral africana, durante os dois dias, sobretudo em termos de monitoria e grau de cumprimento das respectivas decisões pelos países membros, incluindo o Roteiro da Estratégia para a Industrialização da região da SADC (2015.2063). No total os ministros e parceiros sociais terão 15 pontos para a decisão. Jafar Buana